LUZ NATURAL, SACAROSE E FITORREGULADORES NA ANATOMIA FOLIAR E CRESCIMENTO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO MICROPROPAGADO

Authors

  • ADRIANO BORTOLOTTI DA SILVA
  • MOACIR PASQUAL
  • EVARISTO MAURO DE CASTRO
  • JOSÉ DARLAN RAMOS
  • FRANCYANE TAVARES BRAGA
  • APARECIDA GOMES DE ARAUJO

Abstract

Conduziu-se este trabalho, com objetivo de avaliar os efeitos da luz natural, redução de sacarose e uso de fitorregulares no cultivo in vitro de abacaxizeiro. Brotações de abacaxizeiro cv. Imperial foram cultivadas em diferentes meios de cultura: multiplicação (MS + BAP 1,0 mg L-1 + ANA 0,25 mg L-1) e enraizamento (MS + ANA 0,25 mg L-1), acrescidos de sacarose (15 e 30 g L-1) e incubados em luz artificial e natural, por 60 dias. Após esse período, foram realizadas análises fitotécnicas e anatômicas. Na fase de multiplicação, maior número de brotos foi obtido em sala de crescimento (40 µmol m-2s -1, temperatura de 25oC±1oC e 16 horas de fotoperíodo), com média de 40 brotações/explante. Entretanto, melhor crescimento in vitro foi obtido, em meio de enraizamento, em cultivo sob luz natural em casa de vegetação (DFFFA acima de 150 µmol.m-2s -1, temperatura entre 27 e 31,5oC). As variáveis da anatomia foliar indicaram que a luz natural proporcionou maior espessura e alta frequência estomática, quando comparada com a micropropagação convencional. Assim, conclui-se que o emprego da luz natural na micropropagação de abacaxizeiro é viável e produz plantas mais adaptadas ao processo de aclimatização.

Published

2016-08-18

How to Cite

BORTOLOTTI DA SILVA, A.; PASQUAL, M.; DE CASTRO, E. M.; RAMOS, J. D.; TAVARES BRAGA, F.; GOMES DE ARAUJO, A. LUZ NATURAL, SACAROSE E FITORREGULADORES NA ANATOMIA FOLIAR E CRESCIMENTO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO MICROPROPAGADO. Plant Cell Culture & Micropropagation - ISSN 1808-9909, [S. l.], v. 8, n. 1-2, p. 1-9, 2016. Disponível em: http://pccm.ufla.br/index.php/plantcellculturemicropropagation/article/view/62. Acesso em: 12 jul. 2024.

Issue

Section

Review