ENRAIZAMENTO in vitro E ACLIMATIZAÇÃO DO PORTA-ENXERTO DE AMEIXEIRA ‘MR. S. 2/5’

Authors

  • Elizete Beatriz Radmann
  • Cibele Merched Gallo
  • Cristina Weiser Ritterbusch
  • Valmor João Bianchi
  • Juliana Aparecida Fernando
  • José Antonio Peters

Abstract

O porta-enxerto ‘Mr. S 2/5’ é propagado comercialmente na Europa apresentando importantes características agronômicas, porém, por ser um híbrido pentaplóide, não é produzido por meio de sementes, necessitando assim que a propagação seja feita via assexuada.Objetivou-seavaliar o efeito da concentração de AIB e do tempo de permanência de brotações no meio de cultura, sobre o enraizamento e a sobrevivência destas na fase de aclimatização. Brotações com 1,5 cm foram cultivadas em meio MS com metade da concentração dos sais, com diferentes concentrações de AIB (0,0; 0,8; 1,6; 3,2 e 6,4 mg L-1). Após ter estabelecido a melhor concentração de AIB, conduziu-se o segundo experimento, no qual foi avaliado o tempo de permanência (5, 6, 8, 12 e 14 dias) dos explantes no meio MS com metade da concentração de sais, suplementado com 1,6 mg L-1 de AIB. Brotações cultivadas em meio de cultura com 1,6 mg L-1 de AIB por 12 dias, apresentaram porcentagem de enraizamento superior a 85%, e maior porcentagem de plantas sobreviventes na fase de aclimatização foi de 95%.

Published

2016-08-17

How to Cite

RADMANN, E. B.; MERCHED GALLO, C.; WEISER RITTERBUSCH, C.; BIANCHI, V. J.; FERNANDO, J. A.; PETERS, J. A. ENRAIZAMENTO in vitro E ACLIMATIZAÇÃO DO PORTA-ENXERTO DE AMEIXEIRA ‘MR. S. 2/5’. Plant Cell Culture & Micropropagation - ISSN 1808-9909, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 21-31, 2016. Disponível em: http://pccm.ufla.br/index.php/plantcellculturemicropropagation/article/view/51. Acesso em: 12 jul. 2024.

Issue

Section

Review